De pequenino se resolvem os conflitos…

Cada vez acredito mais que com a vida agitada que levamos e com a tendência para resolver tudo pelas nossas crianças, cada vez menos lhes deixamos espaço para que aprendam a resolver os seus conflitos.

Temos tantos jovens com problemas de interação, que não sabem lidar com as suas emoções, que resolvem os seus conflitos de forma demasiado agressiva ou demasiado passiva… tudo seria mais fácil se tivessem desde pequenos aprendido que há formas construtivas de lidar com o conflito, que há conflitos que nos ajudam a crescer, que o conflito pode constituir um momento precioso de aprendizagem.

Criei o curso de Mediação de conflitos para Pré-escolar e Primeiro Ciclo porque acredito mesmo que é a melhor altura para ensinarmos às crianças temas como gestão de emoções, resolução de problemas, mediação de conflitos, auto-estima…enfim…um conjunto de competências que as ajudam a crescer emocionalmente mais fortes e que as ajudam a sentir-se bem consigo e com os outros. Este é um curso dirigido a profissionais mas também a pais interessados em adquirir ferramentas que os ajudem a ajudar os seus filhos!

Começa sábado em Lisboa, conto convosco!

Porque acredito eu não consigo mudar o mundo mas posso tornar o “mundinho” à minha volta num lugar onde é bom crescer!

Anúncios

Aprender a gostar de si!

Nem imaginam a quantidade de crianças e jovens que encontro com problemas de auto-estima, crianças e jovens que crescem a não gostar da forma como são, da maneira como reagem aos problemas, das notas que têm… crescem sem valorizar as suas forças, dando mais ênfase as suas fraquezas….

Engane-se quem pensa que por trás destas crianças e jovens estão famílias que não se importam, famílias negligentes. Muito pelo contrário, na maior parte das vezes temos famílias que os amam muito e por isso os protegem em demasia e não os deixam experimentar, não lhes dão oportunidade de falhar e por isso os seus sentimentos de auto-eficácia são muito baixos.

As intenções são boas, os resultados não.

Uma criança com boa auto-estima, é uma criança que se aceita como é, que aceita que os seus defeitos e as suas virtudes fazem dela um ser único e especial.

O nosso papel como pais e educadores deve ser guiar as nossas crianças e jovens nesse caminho. Não é dizer que tudo o que fazem é o máximo, é ajudá-los a entender que não tem mal falhar, que é muito pior ter medo de tentar….

Como Psicóloga peço aos pais para estarem atentos a pequenos sinais de alarme :

– Demasiada auto-exigência;

– Verbalizações depreciativas; ( não sou capaz…; não tenho jeito para nada…;só faço disparates…)

– Medos infundados; ( o ter medo de tentar…)

– Isolamento;

– Constantes comparações com colegas ou irmãos. ( A X teve melhor nota a Ingles, o Z teve 5 a educação física…) .

O importante é estarmos atentos e percebermos quando algo não está bem com os nossos filhos.

A felicidade começa quando nos aceitamos como somos!

Irmãos uma “guerra” de Amor…

Não me lembro de ser filha única, tenho uma irmã com pouca diferença de idade comigo. Não me lembro da minha vida sem ela, ela está em praticamente todas as minhas memórias e fotos de infância. Depois tenho mais três irmãos, mais novos, mas que vieram completar a minha vida….

Talvez pela minha experiência, nunca quis ter só um filho, isso não era sequer uma hipótese, sempre dissemos que se não pudéssemos ter mais filhos adoptávamos. Os meus dois filhos mais velhos têm 26 meses de diferença, o início não foi nada fácil. Questionei-me muitas vezes quando via os ciúmes do meu filho mais velho….se era justo ter-lhe roubado o seu tempo de filho único? Hoje, vejo a relação deles, mesmo na entrada da adolescência e tenho a certeza que não roubei nada…acrescentei!

Decidimos ter o terceiro filho, e foi mais uma etapa na vida deles, mais um processo de adaptação ( mais fácil do que esperávamos 😜).

Não vivem uns sem os outros mas têm momentos em que precisam de se sentir filhos únicos, momentos em que cada um precisa de nós só para ele, sem ter que dividir a atenção.

Se é fácil? Não … mas se fosse não tinha piada nenhuma!

Há dias caóticos, em que discutem do acordar ao deitar… a cor do copo, o lugar no carro, quem entra primeiro, quem chama o elevador, quem olha para quem… enfim… há dias em que os conflitos começam com o nascer do sol. E se há dias em que até temos paciência e bom humor, há outros em que só nos apetece gritar!

Conheci a Joana na formação que fiz de mediação de conflitos para pre escolar e primeiro ciclo, tive logo empatia com ela, também é mãe de três, mediadora de conflitos, tem uma energia que contagia e é super criativa, encantaram-me as técnicas que usa para mediar os conflitos entre os irmãos, acreditem que são mesmo técnicas que os miúdos adoram e que lhes fazem sentido também para eles.

Uma das sugestões que ela dá é o envolvimento em atividades colaborativas, coleções de cromos são um excelente exemplo, eles unem-se com um objetivo comum. Dentro deste espírito colaborativo, esta semana encontrei um livro de pintar de 4 metros, sim 4 metros de livro com imagens maravilhosas, está a ser fabuloso ver a forma como vão gerindo o livro, dividindo os espaços e as cores, enfim… será um projeto em comum.

No fundo, as ideias da Joana colocam os pais e as mães como mediadores de serviço.

Já devem ter percebido que eu só recomendo coisas que gosto mesmo, não sou nada publicitária 🙂 estejam atentos ao trabalho dela. Eu vou mostrando também com os irmãos cá de casa algumas das sugestões postas em prática 😉

Pequenos Trabalhadores

Sabemos que as crianças, hoje em dia, trabalham mais horas que muitos adultos, sabemos que para subirem as escadas da escolaridade obrigatória há um conjunto de metas que têm que atingir. Mas a que preço? Que preço vamos pagar por tirar ás crianças o tempo para brincar que precisam?

Estas perguntas pairam sobre a minha cabeça, porque tenho filhos que fazem parte deste sistema de ensino e porque trabalho diariamente com crianças que não se enquadram neste sistema de ensino!

Cá por casa tentamos que a hora dos tpc não seja de gritaria….nem sempre conseguimos mas arranjamos algumas estratégias que nos ajudem. No meu livro “Motivar os filhos para o Estudo”, revelo alguns dos nossos truques. Hoje deixo aqui foto do nosso kit SOS tpc, um kit que temos sempre por perto quando vamos fazer os tpc e que se tornou na forma de manter os miúdos no lugar até terminarem os Trabalhos de casa.

O que temos no kit?

Lápis de cor, lápis de carvão, borracha, afia, cola, água, um caderno de rascunho e mais alguns elementos que nos podem ajudar ( com mais tempo mostro os pormenores).

Este sábado estarei em Lisboa para dois workshops onde partilharei estes e outros truques!

http://www.red-apple.pt/workshops-redapple/item/31-wokshop-como-motivar-o-meu-filho-para-o-estudo

Tirar as aulas da escola…

Queridos filhos…

Há uma mensagem que quero muito que levem para a vida, uma mensagem de amor…

Quero muito que saibam que não são as vossas notas que me interessam mas a forma como vibram com matéria nova, a forma como se encantam com o que aprendem na escola. É isso que vão levar para a vida, o encantamento, a novidade, a aprendizagem.

Quanto mais tirarmos as aulas da escola e dos livros, mais hipóteses temos de os encantar com as aprendizagens…

Um segredo….se decorarem a matéria para um teste, tiverem muito bom e no dia seguinte esquecerem tudo… então a missão não está cumprida 😉

E é esta a mensagem de hoje…

E que comece o caminho escolar…

Mais alguém por aí com filhos a começar o primeiro ano escolar? Cá por casa o pequeno David é o terceiro a ir para o primeiro ano, no entanto, os medos e as angústias são os mesmos ou piores… sim não sou uma mãe calma e tranquila, já vos disse 😉

Também não é novidade para quem nos segue que o David tem coração de borboleta e anda a mil á hora, nem consigo imagina-lo sentado tantas horas…. mas lá terá que ser!

Já há coisas que vamos planeando e antecipando com ele, com tempo vou deixar-vos aqui alguns dos nossos truques.

De uma coisa tenho a certeza… vamos ser sempre a sua base segura e o seu refúgio de segurança onde regressa todos os dias e onde terá sempre um colo á espera nos dias nos dias menos bons 😉

Esperem as nossas novidades por aqui!